Lusitânia

LUSITÂNIA

A Lusitânia é uma associação cultural sem fins lucrativos fundada em 1987, com sede provisória na Faculdade de Línguas e Literaturas Estrangeiras da Universidade de Bari, por iniciativa de um grupo de docentes e de estudantes italianos e portugueses com o objetivo institucional de:

“reunir as pessoas físicas e jurídicas interessadas em promover o conhecimento da língua portuguesa e das culturas dos países lusófonos, também com o objetivo de reforçar as relações entre tais países e a Itália.” (Art.º. 2 do Estatuto).

A Lustânia “tem uma duração ilimitada e sem fins lucrativos” (Art.º 1) e “adota como línguas oficiais o italiano, o português e o galego” (Art.º 3).

Graças à paixão e ao entusiasmo de tantos sócios inscritos ao longo dos trinta anos de atividade, a Lusitânia autofinancia-se, mas aceita também doações – utilizadas exclusivamente para atividades de acordo com os objetivos institucionais – desde que sejam de pessoas físicas, entes e empresas de reconhecida qualificação. A administração da Associação é conferida “a título gratuito” (Art.º 11) a um Conselho Diretivo composto por:

Prof. Fernanda Toriello (Presidente e sócio fundador)

Prof. Gabriele Giuga (Vice-Presidente)

Prof. Rui Alberto Alves Trindade Costa (Secretário, com custódia à Biblioteca)

Dr. Contabilista Pierfrancesco D’Andria (Tesoureiro)

Atualmente a Lusitânia tem sede na rua G. Murat, 22, no centro de Bari, a poucos passos do Castelo Suevo, da Esquadra Central de Polícia e da Casa dos Estudantes do Largo Fraccacreta. Aqui a Lusitânia desempenha a sua atividade, disponibilizando aos sócios uma rica biblioteca especializada, jornais, revistas, e materiais multimédia.  A pedido, os sócios podem frequentar cursos de língua portuguesa (de A1 a C2), individuais ou em grupo. Aqui organizam-se também as atividades culturais e editoriais, de acordo com uma longa tradição de publicações, conferências, apresentações de livros, ciclos de cinema, documentários, exposições, leitura de poesia, etc.)

A Lusitania é igualmente sede de um LAPE (Local para Aplicação e Promoção dos Exames de Português) do CAPLE da Universidade de Lisboa, onde se efetuam os exames para a certificação internacional da competência linguística do português de nível ACESSO (A1), CIPLE (A2), DEPLE (B1), DIPLE (B2), DAPLE (C1) e DUPLE (C2). As sessões de exame realizam-se nos meses de maio, julho e novembro.

A Lusitania organiza e coordena também a coleção Lusitânia Livros e Lusitânia e-book. No primeiro âmbito editorial a associação publicou volumes de poesia e de narrativa portuguesa e brasileira, traduzidas em italiano com o texto original ao lado (por exemplo, Sophia de Mello Breyner Andresen, Carlos Drummond de Andrade). Atualmente, com um Comité Científico constituído por Ana Paula Laborinho, Eduardo Lourenço, Aparecida Ribeiro e Fernanda Toriello, a Lusitânia e-book publica estudos de âmbito prevalentemente literário e linguístico, e traduções de obras narrativas e de poesia em formato e-pub de distribuição gratuita.

A Lusitania confere igualmente o título de Sócio Honorário a ilustres personalidades que tenham estabelecido contatos com a Associação e se tenham distinguido no campo das letras, das artes, da política perseguindo os mesmos objetivos da Lusitânia. Entre os Sócios Honorários citam-se, por exemplo, Jorge Amado, David Mourão-Ferreira, Sophia de Mello Breyner Andresen, Amália Rodrigues, Eduardo Lourenço, Mário Cláudio, Manuel Rui, Fernando Costa Andrade e, única italiana, Luciana Stegagno Picchio.